Outras Notícias

Respeite-se a vontade do povo venezuelano

respeite se a vontade do povo venezuelano 1 20201123 1238415227
 
Com o aproximar das eleições legislativas de 6 de Dezembro, na Venezuela, das quais sairá a nova composição da Assembleia Nacional e contra as quais os EUA e seus aliados, nomeadamente a UE, têm instigado ao boicote, cresce a necessidade da solidariedade de todos em defesa do direito do povo venezuelano a decidir do seu futuro.
O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) recordando que, por exemplo, a UE recusou um convite de Caracas para enviar observadores às eleições, divulga ligação para a petição "A União Europeia deve respeitar o veredicto das urnas na Venezuela".

Solidariedade com os Povos da América Latina

solidariedade com os povos da america latina 2 20201123 1760909985
 
Decorreu no passado dia 18 de novembro uma sessão de Solidariedade com os povos da América Latina, na biblioteca municipal Almeida Garrett , no Porto, promovida pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação.
A sessão contou com intervenções de Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, o jornalista e membro da Presidência Alfredo Maia e Sandra Tavares, professora universitária.
Ler mais...

Solidariedade com os Povos do Médio Oriente

solidariedade com os povos do medio oriente 4 20201123 2073837397
 
O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e o Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM) realizaram hoje, 19 de Novembro de 2020 a sessão pública "Médio Oriente: Defesa da Justiça e da Paz" que contou com a participação de - Ilda Figueiredo, Presidente da Direcção Nacional do CPPC, Carlos Almeida, Vice-Presidente da Direcção Nacional do MPPM, José Goulão, jornalista e membro da Presidência do CPPC, e do Ex.mo Sr. Nabil Abuznaid, Embaixador da Palestina em Portugal.
No animado debate, foi analisada a situação nesta conturbada região do Médio Oriente, e sublinhada a necessária solidariedade de todos, na exigência do fim da ingerência e da ofensiva do imperialismo na região, com especial destaque para os EUA – sublinhe-se que no dia da sessão Mike Pompeo se encontrava em Israel - e seus aliados da União Europeia, que sempre foram cúmplices de Israel na ocupação da Palestina. Ou ainda nas várias agressões como ao Iraque, à Líbia, à Síria ou ao Líbano, como também a guerra da Arábia Saudita contra o Íemen, entre outras. Todos foram unânimes na necessidade de defender o direito dos povos à Paz.
Ler mais...